A origem da palavra cidadania vem do latim “ci-vitas”, que quer dizer cidade. A palavra cidadania foi usada na Roma antiga para indicar a situação política de uma pessoa e os direitos que essa pessoa tinha ou podia exercer.
                                                        Os direitos que temos não nos foram conferidos, mas conquistados. Muitas vezes compreendemos os direitos como uma concessão, um favor de quem está em cima para os que estão em baixo.
                                                        Contudo, a cidadania não nos é dada, ela é construída e conquistada a partir da nossa capacidade de organização, participação e intervenção social. A cidadania é tarefa que não termina. 
                                                        A cidadania não é como um dever de casa, onde faço a minha parte, apresento e pronto, acabou. Enquanto
seres inacabados que somos, sempre estaremos buscando, descobrindo, criando e tomando consciência mais ampla dos direitos. Nunca poderemos chegar e entregar a tarefa pronta, pois novos desafios na vida social surgirão, demandando novas conquistas e, portanto, mais cidadania.
                                                        Esta revistinha contém informações úteis para nos tornarmos cidadãos cada vez mais aptos para exercer nossos direitos e deveres.


 

                        © 2002-2015 Copyright - Todos os direitos reservados